1a. Página Opinião Em Tempo
Economia Mundo História
Brasil ã Deriva Papo

 

  Ano VI   |    Número 56   |  25 de outubro de 2006   | A informação sintonizada em outra frequência

Economia

Política Econômica e Corrupção, por Adriano Benayon

Celebração demais para o crescimento de menos, por José Carlos de Assis

Brasil: Deterioração econômica acelerada, por Adriano Benayon

François Chesnais: A crise escancarada do capitalismo, por Antonio Martins

Herança Maldita, por Osíris Lopes Filho

Brasil

2004-2006 A farsa do voto sob a velha democracia, por Adriano Benayon

Manifesto da Frente de Esquerda

A manipulação em torno do Gás Boliviano, por Bautista Vidal e Gilberto Felisberto Vasconcellos

Com ou sem o FMI, Brasil é Colônia do Sistema Financeiro Mundial, por Adriano Benayon

A fraude de Nelson Jobim, por Leonel Brizola

Realidade e ficção para a produção do medo, por Sylvia Moretzon

Governo Lula no fio da navalha, por Miguel Urbano Rodrigues

Governo FHC desmontou Estado Nacional e abandonou políticas sociais, Maria Victoria Benevides

1998 e 2002: Eleições no Brasil teve o FMI como eleitor oculto, por Michel Chossudovsky

FHC em versões por 59 brasileiros ilustres

Banestado

Procurador Luiz Francisco de Souza denuncia Opportunity por fraude

Opinião

Pagos pelo Estado para conspirar contra a Nação por José Carlos de Assis

Cuba tem a melhor educação da América Latina, por Christopher Marquis

Guerrilha urbana com ritmo e poesia, por Mario Cesar Carvalho

Choque de Civilizações?, por Leonardo Boff

O Brasil na onda do terror econômico mundial, por Adriano Benayon

Os EUA privatizam o conhecimento, por Benjamin Coriat

Petróleo: Chave para entendimento do mapa político da AL, por Marco Aurélio Weissheimer

Brizola Vive! O caudilho e o patriota na visão de Mauro Santayana e Flávio Aguiar

Não há democracia sem escola pública forte, por Katarina Ribeiro Peixoto

Não votei em um terceiro mandato de FHC", por Francisco de Oliveira

Um brasileiro para o Premio Nobel da Paz, por Paulo Nogueira Batista Jr.

Bustani: EUA controlam entidades com orçamento, por Eliane Cantanhêde

O enigma Hugo Chávez, por Gabriel García Márquez

Projeto popular de desenvolvimento é desafio para o PT, por José Luís Fiori

ALCA e o "destino manifesto", por Luis Fernando Novoa Garzon

Brasil: desmontando a bomba de tempo neoliberal sem imobilismo, por José Luís Fiori

A economia norte-americana, por Adriano Benayon

Novo Projeto Histórico para as Maiorias, por Heinz Dieterich

Na construção do Diálogo das Civilizações, por Roger Garaudy e Mohammed Bedjaoui

TV: 50 anos manipulando o poder no Brasil, por Pierre Bourdieu e Marcelo Coelho

Análise da situação das classes médias brasileiras, por Milton Santos

Seattle "explodiu" armação global

Susan George e a Solução Final capitalista, por Laymert Garcia dos Santos

Kissinger ao chanceler argentino: "Se vão matar, que façam rapidamente", por Maurício Dias

Argentina: sem mudanças terá mais sangue, por Ricardo Rouvier

Informação, a arma do ativismo na Internet, por Henrique Antoun

O declínio da moeda hegemônica, por Robert Kurz

Grupo Krisis

Por muito que a crise fundamental do trabalho seja recalcada e transformada em assunto tabu, a verdade é que ela marca com o seu cunho todos os conflitos sociais da atualidade.

Mundo

11 de Setembro: Golpe de Estado nos EUA, por Michel Chossudovsky

Bolívia: Rebelião popular contra o arrocho e o entreguismo, por José Reinaldo de Carvalho

Iraque: O espectro do Viet Nam, por Howard Zinn

A guerra dos dois mundos, por Robert Kurz

Suplemento da Agência Xinhua de Notícias da China

ã Deriva

A imprensa ocidental e as guerras dos EUA, por Bertrand Russell

O 11 de Setembro começou em 1997, por Argemiro Ferreira

Um doloroso aniversário, por Thomas Sowell

EUA monitoraram políticos no país, por Rubens Valente

Ibope: Jango tinha apoio popular quando foi deposto em 64, por Paulo Reda

30 anos depois, por Maria da Conceição Tavares

Em Tempo

Ciclo Eleitoral de 2006 definirá o futuro da América Latina, por Emir Sader

Dorothy Stang: A Norma do Crime, por Janio de Freitas

Por um Partido Revolucionário, por Miguel Urbano Rodrigues

Celso Furtado: Moratória pode ser a saída para a renegociação total da dívida externa

Lavanderia Brasil, por Walter Maierovitch

História

Os Sertões, por Mauro Rosso

Islã: época áurea legou avanços na ciência e na cultura, por Paulo Daniel Farah

Colômbia: Há 100 anos, atualidades por fora da mídia, por Darcy Ribeiro

Em 2003, 150 anos de nascimento de José Marti, por Jorge Lezcano Pérez

Papo

Mídia falida: Murdoch  e Cisneros farejando no Brasil, por Bob Fernandes na Caros Amigos

Interesse da Petrobrás e estratégia brasileira, por José Carlos de Assis

Petrobrás mantém ativos nefastos com a Repsol, via Informativo Aepet Direto

Poder não se abandona nem se vende, por Fábio Konder Comparato

Chamamento ã s elites brasileiras, por Sérgio Ferolla e Paulo Metri

Uma par implausível: Alca e democracia, por Francisco de Oliveira
Quem está solapando a Alca?, por Paulo Nogueira Batista Jr.
Por que a Alca seria nociva ao Brasil?, por Roberto Mangabeira Unger
A nova ordem e o A.M.I., por A.M.Rosenthal
O Brasil só terá a perder com a Alca, por
Samuel Pinheiro Guimarães
Alca de Bush só prevê mercado para os EUA, por
Argemiro Ferreira
Globalização e soberania nacional, por
Henrique Rattner
Antiamericanismo ameaça Alca, por
Reinaldo Gonçalves
Alca e o 'destino manifesto', por
Luis Fernando Novoa Garzon
 

Negócios e interesses estratégicos dos EUA explicam a história recente da América Latina

Quem Somos

O projeto CLIP PIRATA: Motivação, Histórico e Perspectivas

A ARTNAT-Traços do Brasil cria e produz design de superfície com a assinatura  by Nathansohn

Palestra no centenário de "Os Sertões", por Josival Alves Barreto

Os motes do Clip Pirata, por Bruno Nathansohn

Quinzena

Um caso tipo Banestado, na China, é pago com pena de morte

Aqueles que colaboram no butim do Clip Pirata (uns mais, outros menos)

Topo!

 

SABEDORIA ÁRABE

Quem não sabe e não sabe que não sabe,
é um imbecil.

Quem não sabe e sabe que não sabe,
é um ignorante.

Quem sabe e não sabe que sabe,
é um sonhador.

Quem sabe e sabe que sabe,
é um sábio.